O novo Kensington Palace

No final de março, o Kensington Palace, um dos palácios reais de Londres, foi reaberto ao público depois de passar por uma reforma de 12 milhões de libras (mais de R$ 30 milhões). É muito, mas não foi uma reforma qualquer: foi uma reformulação.

Fachada do Kensington Palace

Fachada do Kensington Palace

O palácio parece bem modesto por fora, mas as exibições montadas dentro dele são belíssimas. Existem quatro exposições no momento, divididas em alas diferentes. Cada exposição tem um clima próprio, com um trabalho de iluminação e cenografia especial.

Não existe ordem para a visitação, mas existe uma hierarquia. A mais importante é a exposição em homenagem à rainha Vitória, que nasceu ali e reinou dali mesmo de 1837 a 1901. Romântica, a exposição explora o casamento apaixonado de Vitória e Albert.

O percurso começa na escadaria onde eles se conheceram, segue pela sala onde eles teriam se apaixonado. Nessa, o vestido de noiva da rainha está em um canto. No tapete estão escritas frases apaixonadas trocadas pelo casal em cartas de amor. Mais adiante no percurso, a sala sobre a morte de Albert é de arrancar suspiros. Tudo permeado por trechos dos diários da rainha.

Vestido de casamento da rainha Vitória em exposição no Kensington Palace

Vestido de casamento da rainha Vitória em exposição no Kensington Palace

“The Queen’s State Apartments” lembra a vida da rainha Mary, que comprou o palácio e reinou de 1689 a 1694, e seu filho William. Localizada na ala mais antiga do palácio, essa exposição é a mais sóbria e culmina no quarto onde Mary morreu. É iluminado apenas com luz indireta e fraca e dominado por uma cama da época.

“The King’s State Apartments” atravessa as salas mais exuberantes do palácio, reformadas pelos reis George I (1714-27) e II (1727-1960). Há muito vermelho, muito dourado, muitas pinturas cobrem os tetos. Centro da corte em pleno Iluminismo, essa exposição explora o lado fútil da nobreza: expõe amantes e, com gravações de cochichos preenchendo os salões, sugere que a fofoca corria solta por ali.

The King's Gallery, parte da exposição "The King's State Apartments" no Kensington

The King's Gallery, parte da exposição "The King's State Apartments" no Kensington

Em todas as salas, a cuidadosa atenção aos detalhes e o bom gosto saltam aos olhos.

A menor e mais pobre exposição é dedicada a Diana, que morou ali com Charles desde seu casamento. Fica em uma sala atrás dos banheiros e tem cinco vestidos usados por ela. Fraco.

As exposições ocupam apenas uma parte do palácio. A outra, fechada ao público, é a residência de William e Kate.

Jardim do Kensington Palace

Jardim do Kensington Palace

O jardim é fechado, mas fica em frente ao palácio e pode ser visto de graça. O café também é aberto ao público pela lateral do palácio.

Kensington Palace
Site oficial: www.hrp.org.uk/KensingtonPalace
Entrada: 14,50 libras
Metrô: High Street Kensington ou Bayswater

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s