Igreja St Bartholomew the Great

Fugindo mais uma vez da rota dos turistas, descobrimos a St Bartholomew the Great, igreja que se diz a mais antiga de Londres. Essa igreja está nos principais guias de viagem, mas é a terceira na lista das mais importantes da cidade, atrás da Abadia de Westminster e da catedral de St Paul, por isso a maioria dos turistas acaba não chegando até ela.

Detalhe da nave da igreja St Bartholomew The Great

Detalhe da igreja St Bartholomew The Great

Um erro? Não exatamente. As outras duas são realmente mais importantes, imponentes e cheias de histórias, mas a St Bartholomew é tão bonita que também vale uma visita.

A igreja foi fundada em 1123, mas quase nada restou dessa época. Boa parte da construção que existe ali data dos séculos 15 e 16, com reformas e adaptações realizadas nos séculos seguintes.

Essa igreja ostenta o título de mais antiga de Londres porque não foi atingida pelo Grande Incêndio de 1666, que devastou boa parte do centro da cidade e devorou St Paul, que teve que ser totalmente reconstruída. St Bartholomew, apesar de estar próxima a St Paul, sobreviveu: o fogo cessou a poucos metros dela, deixando-a intacta.

Entrada da igreja St Bartholomew The Great

Entrada da igreja St Bartholomew The Great

A igreja é pequena. A primeira entrada, uma passagem discreta, está apertada entre lojas comuns. Passando por ela, têm-se, à esquerda, um pequeno jardim com bancos e, à direita, um prédio residencial grande, velho e feio, com roupas e objetos pendurados das sacadas. Passe rápido e olhe pouco.

No interior, a primeira impressão ruim vai passar. As paredes de pedra são escuras e gastas, expondo intencionalmente todos os seus séculos de vida. Um grande órgão fica em um extremo, de frente para o altar localizado na outra ponta. A nave é estreita e longa, com arcos normandos formando uma visão deslumbrante.

Nave da igreja St Bartholomew The Great

Nave da igreja St Bartholomew The Great

A história da igreja é resumida em murais localizados no café, que ocupa parte do antigo mosteiro do século 15. É contado ali que as execuções da cidade – hereges, criminosos e outros infelizes – costumavam ser feitas em frente a essa igreja. Ao sair de lá pela entrada principal descobrimos uma placa em homenagem a William Wallace – o herói escocês, retratado por Mel Gibson em “Coração Valente” -, que foi executado ali em 1305. A placa está em uma parede do St Bartholomew Hospital.

A entrada em St Bartholomew the Great custa 4 libras por pessoa e uma taxa de uma libra é cobrada de quem deseja tirar fotos – que, devido à escuridão do local, podem não ficar muito boas.

St Bartholomew the Great
West Smithfield
Metrô: Barbican ou St Paul’s

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s