Highgate Cemetery

Outro dia de muito sol e calor em Londres, o que fazer? Passear no cemitério, claro!

O Highgate Cemetery, localizado no norte da cidade, é um dos sete cemitérios criados em Londres na primeira metade do século 19. Até então, as pessoas que morriam na cidade costumavam ser enterradas em terrenos de igrejas. Mas com a revolução industrial e a expansão de Londres, a população da capital começou a crescer demais e os mortos cada vez mais numerosos de tornaram um problema sanitário.

Corpos começaram a ser enterrados em qualquer terreno livre, incluindo os quintais de lojas e pubs. Para resolver a crise, o Parlamento aprovou, na década de 1830, a abertura de sete grandes cemitérios em pontos extremos da cidade. O Highgate foi o terceiro deles, inaugurado em 1839.

"Circle of Lebanon" no Highgate Cemetery

“Circle of Lebanon” no Highgate Cemetery

Hoje ele é dividido em duas porções: East e West. A metade mais recente, criada em 1860, é o East Cemetery. Aberto para visitação todos os dias, é onde está o túmulo de Karl Marx, a maior celebridade do local. Mas é na parte mais antiga que estão as construções mais impressionantes.

A entrada ao West Cemetery só é permitida como parte de visitas guiadas. Elas acontecem todos os dias e duram cerca de uma hora, puxadas por um guia que conta detalhes da história do local e de pessoas enterradas ali. Não existem famosos. Muitos túmulos ali pertencem às pessoas mais ricas da Londres daquele período, mas você provavelmente não ouviu falar em nenhuma delas.

A graça do passeio está na arquitetura do local. Um dos destaques é a Avenida Egípcia localizada no centro do cemitério. Construída em uma época na qual o Egito era moda em Londres, a “avenida” é formada por 16 criptas e é repleta de símbolos de morte e eternidade. Ao seu lado está o “Circle of Lebanon”, construção circular cavada no terreno do cemitério que abriga 36 criptas. Foram os espaços mais cobiçados do cemitério e só famílias abastadas conseguiram pagar por um lugar ali.

"Avenida Egípcia" no HIghgate Cemetery

“Avenida Egípcia” no HIghgate Cemetery

Outra construção que impressiona é o monumento construído por um milionário para enterrar sua filha de seis anos. Dentro dele, a figura central é uma linda estátua de um anjo embalando uma menina.

O cemitério, no entanto, sofreu durante décadas um abandono que ainda não foi totalmente superado. Na década de 1970, ele chegou a ser fechado e nem mesmo as famílias que possuíam parentes enterrados lá podiam entrar para visitar seus túmulos.

Muitos túmulos estão quebrados, monumentos estão mal conservados. Todo o trabalho atual de manutenção e restauro é conduzido por uma organização que conta apenas com trabalho voluntário e o dinheiro pago por turistas pelas visitas, mas infelizmente não parece dar conta da quantidade imensa de trabalho que o cemitério pede.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s